Sete dicas para montar um bom catálogo online

Saiba como apresentar seus produtos nas plataformas de e-commerce e obter melhor performance de vendas


Vender online já não é uma opção. A pandemia e suas consequências trouxeram aos negócios a necessidade de realizar uma transformação digital, especialmente na forma de comercializar seus produtos. E não é preciso ser nenhum expert para saber que essas mudanças nos hábitos de consumo não voltarão ao que eram no passado e se tornarão cada vez mais digitais.


Segundo dados da ABCOMM (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), o e-commerce deve crescer 26% em 2021, atingindo um faturamento de R$ 110 bilhões. Por isso, é fundamental estar alinhado com as tendências de crescimento e oferecer seus produtos online de forma mais eficiente possível para que as vendas aconteçam.


Uma das chaves para isso é ter um catálogo bem organizado, com fotos de qualidade, informações bem ajustadas e uma estratégia de apresentação que leve o consumidor a querer comprar e efetivar a compra. Muitas vezes, o consumidor não chega ao seu site porque o título do produto está mal formulado ou, quando abre a página do produto desejado, desiste da compra porque as informações estão incompletas ou as fotos estão ruins.


Para que esses problemas não aconteçam, preparamos sete dicas para que, ao montar seu catálogo online, você consiga ter uma melhor performance em vendas.


  1. Plataforma: analise as regras de construção de catálogo na plataforma escolhida. Faça esse estudo antes de lançar seus produtos para evitar o retrabalho. Preencha todos os campos para cadastro que for possível para que assim você consiga o máximo desempenho. Dá mais trabalho no início, mas, no final, compensa.

  2. Escolha dos produtos: você não precisa colocar online todo o seu estoque. Lembre-se que você pagará percentuais para a plataforma, o sistema de pagamento e, por vezes, o frete. Então faça as contas e disponibilize online os produtos que suportem essas despesas em seu mark-up e consigam ter um preço competitivo junto ao público-alvo do seu segmento. Pesquise os concorrentes e faça uma seleção estratégica para ser competitivo e ter lucro, é claro.

  3. Identificação numérica: procure não omitir no cadastro do seu produto o EAN ou SKU (código padrão numérico), se possível o mesmo que a indústria utiliza. Isso facilitará a integração com outros sistemas. Assim, a plataforma, o seu ERP e os mecanismos de busca ficam com uma linguagem unificada.

  4. Fotografia: dê preferência ao fundo branco para as fotos dos produtos. Os fundos cinzas claro ou tons pastéis também podem ser utilizados, desde que não confundam com o seu produto. Não utilize fundos pretos. As fotografias devem mostrar o produto por inteiro, detalhes, bem como a sua proporção e usabilidade. A quantidade de fotos será determinada pela plataforma.

  5. Título: deve ser um resumo mercadológico do produto. Isso aumentará as chances do consumidor chegar até o seu produto de forma orgânica e direta. As pessoas procuram por títulos de forma óbvia e clara nos mecanismos de busca, como por exemplo uma “Sandália vermelha (marca) tamanho 37”.

  6. Descrição: deve conter as informações necessárias sobre a fabricação, material, ano de lançamento, coleção, modelo. Procure escrever de forma publicitária, estabelecendo uma conexão emocional com o consumidor. Exemplo: “Esta sandália vermelha é feita com tecnologia X para dar conforto aos seus pés. Além disso, vai deixar você mais bonita com aquele UP no seu look”.

  7. Informações técnicas: se o seu produto tem especificações técnicas como materiais, composição, informação nutricional, ano, modelo, série, voltagem, informações de consumo, normas ISO, selos de originalidade etc., é de suma importância que você as insira no cadastro. Além de dar mais riqueza às informações, elas geram mais credibilidade ao produto e confiança para que o consumidor feche a venda.

Seguindo essas dicas, as chances de fazer uma venda aumentarão. É claro que não é apenas o catálogo que irá gerar vendas. Porém, se você errar nele, todo o dinheiro e esforço feito em propaganda, compartilhamentos e custos da plataforma serão jogados fora.


Se precisar de mais informações, conte conosco. A Napp tem um time competente e capaz de orientar você a realizar a transformação digital de seu negócio e colocar de uma vez por todas seus produtos na internet!