Entenda como e quais dicas para empreender com sucesso em marketplaces

Marketplace é um formato de venda on-line, no qual o site que vende não possui estoque, mas faz a intermediação dos produtos de varejistas. Esse conceito de negócio está revolucionando o universo dos negócios digitais.


Dicas reais para você empreender com sucesso em marketplaces

A princípio, os marketplaces são um formato que a cada ano ganha mais varejistas adeptos e clientes dispostos a realizar compras on-line. Tudo isso tem um motivo e se você entender como “funciona” um marketplace acaba se tornando uma vantagem enorme para quem busca empreender na internet, atrair clientes que buscam uma nova experiência e ainda, criar um novo canal de vendas, além do ponto físico.

Esse conceito de negócio está há alguns anos, revolucionando o universo dos negócios digitais. Pois bem, este texto não vai apenas apresentar a definição de marketplace, mas também mostrar como ele oferece uma experiência de alta qualidade ao consumidor.

No momento em que muitas empresas estão migrando seus modelos de operação do físico para on-line, o e-commerce. Há ainda aqueles negócios que já nascem em ambientes totalmente digitais. Segundo uma pesquisa do E-Commerce Brasil, 76% dos negócios de compras B2B nunca estiveram disponíveis no mercado físico.

Neste artigo, vamos explicar um pouco sobre o assunto, as tecnologias que ajudam as empresas no processo de transformação digital, além de apresentar como o segmento varejista pode se beneficiar com o marketplace. Fique com a gente até o final, pois vamos abordar alguns pontos:

  • O que é marketplace?;

  • Como funciona um marketplace?;

  • Quais as vantagens de um marketplace?;

  • Marketplace é também uma estratégia;

  • Marketplace: potencializar as vendas e aumentar a visibilidade de seus parceiros;

  • O crescimento dos marketplaces;

  • Marketplace: como a tecnologia pode ajudar o varejista na presença on-line;

  • Marketplace: confira algumas dicas para começar a aplicar e empreender.


O que é marketplace?

Marketplace é um formato de venda on-line, no qual o site que vende não possui estoque, mas faz a intermediação dos produtos de varejistas. Esse modelo de negócio surgiu no Brasil em 2012 e ficou conhecido como uma espécie de shopping center virtual. É vantajoso para o consumidor, já que reúne diversas marcas e lojas em um só lugar, o que facilita a procura pelo melhor produto e claro, pelo melhor preço.


Como funciona um marketplace?

Existem vários formatos. O marketplace pode ser misto e vender, em uma só plataforma, produtos próprios e outros ofertados pelos mais diversos varejistas. Um bom exemplo deste tipo misto é a Amazon, que possui estoque próprio em algumas categorias, complementadas por outras marcas no formato marketplace.

O marketplace também pode assumir algumas etapas além da venda de fato, como armazenagem, logística de entrega e SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor), ou essas etapas podem ficar sob responsabilidade do vendedor. Hoje, é bastante comum marketplaces nichados, que são os especialistas em alguma categoria. Por exemplo: Cobasi - focada em Pets; Farmácias App – especializada em drogarias; além de marketplaces de shopping centers.


Quais as vantagens de um marketplace?

Pensar nas vantagens trazidas por um marketplace é uma tarefa tripla, já que os benefícios são para as três partes envolvidas: marketplace, varejista e cliente. Para a plataforma em si, é uma forma de fazer receita por meio da porcentagem sobre o que é transacionado em sua plataforma, sem o alto investimento em estoque de produtos. Fica sob sua responsabilidade ser relevante para os varejistas, atraindo um grande tráfego para o site.

No ponto de vista do varejista, se conectar em um marketplace faz com que ele venda muito mais, pois se beneficia com o trânsito de todos os clientes que entram no site para buscar diversos produtos, de inúmeras categorias. E isso é algo que o varejista não consegue em um e-commerce próprio, em que vende apenas os seus produtos.

Por fim, na perspectiva do cliente, trata-se uma maneira segura de comprar on-line, em plataformas digitais em que ele encontra vários produtos em um único lugar. É muito mais prático para o consumidor achar tudo o que procura em um único site, fazer um só pedido, pagar de uma só vez, com várias facilidades, mesmo que os produtos sejam de vendedores diferentes.


Marketplace é também uma estratégia

Muito bem, nesse panorama é importante entendermos que esse movimento chegou com a transformação digital e contribui para muitos esforços de grandes varejistas em buscar novas estratégias de vendas e aplicarem aos seus negócios. Além disso, potencializa as vendas e aumenta a visibilidade de seus parceiros, em uma espécie de plataforma mais “robusta” de vendas.

Porém, é preciso deixar claro que não é somente uma migração ou criação de uma estratégia digital para os negócios e quando um varejista passa a ter mais um marketplace para vender seus produtos, ou mesmo montar sua própria loja virtual, ele vai precisar de soluções facilitadoras que sejam mais adequadas para continuar sua transformação digital.


Marketplace: potencializar as vendas e aumentar a visibilidade de seus parceiros

A integração e a criação de um marketplace podem ser uma potencial estratégia de ampliar as vendas e dar visibilidade aos parceiros.

Um exemplo dessa aplicação foi a implementação e inauguração de um marketplace, em abril de 2022, pelo D&D Shopping (www.dedhome.com.br), um dos mais completos centros de decoração e design do Brasil, responsável por trazer ao país um conceito revolucionário de empreendimento, all in one, especializado em móveis e objetos de decoração.

Com uma meta de crescimento escalável nos próximos anos nos meios digitais, a iniciativa conta com os melhores parceiros do segmento, vasto mix de produtos e serviços oferecidos. Serão mais de 40 marcas, com atendimento virtual de e-commerce, aliadas à tecnologia e inovação para atender os clientes de forma rápida, ágil e segura, com a qualidade da experiência e dos serviços que o D&D oferece aos clientes.

Tudo isso para oferecer uma experiência de alta qualidade ao consumidor e potencializar as vendas, junto com a visibilidade dos parceiros do D&D Shopping.


O crescimento dos marketplaces

Um estudo global feito pela Miraki e destacado no portal E-commerce Brasil, mostrou o crescimento contínuo do setor nos últimos anos. A pesquisa que teve mil brasileiros entres os 9.000 participantes, apresentou a confiança do consumidor neste formato.

Um número que impressiona: 86% dos compradores brasileiros consideram que os marketplaces são a forma mais conveniente para fazer compras on-line. Ainda tem mais: 90% dos ouvidos preferem que os e-commerces estejam integrados com algum marketplace.

Ainda no Brasil, 48% dos entrevistados fazem compras on-line em marketplaces e 71% dizem que passaram a usar a plataforma com mais frequência.


Marketplace: como a tecnologia pode ajudar o varejista na presença on-line

Se o consumidor é impactado de forma positiva, o mesmo se pode dizer sobre o varejista. O mercado pode criar campanhas de produtos das lojas físicas para o on-line, com oportunidades de negócios oferecidas para qualquer varejista. Especialmente àqueles que buscam novas tecnologias e ferramentas para assegurar a presença digital, além de levar seus estoques físicos à internet. O lojista ainda tem a oportunidade de ir para o buscador do Google e atingir o mesmo patamar de grandes marcas no mundo digital.

É o caso da solução em transformação digital e da ferramenta Napp Hub, da Napp Solutions. Trata-se de um grande centro integrador e de gestão de canais on-line, com integrações IN (físico), por intermédio de mais de 1.200 ERPs - sistemas que controlam os estoques e vendas do varejo - e por integrações OUT, que são os canais on-line, como plataformas de e-commerce e os grandes marketplaces do mercado, por exemplo.

O Napp Hub é ideal para qualquer varejista, que pode ser um franqueado, uma loja ou rede. O objetivo é aumentar a presença on-line, de forma automática e integrada à loja física, além de entregar o produto de maneira mais rápida, sem o risco de falta de estoque. Isso ocorre porque, com uma prateleira infinita, o lojista não precisa manter tantos produtos em estoque no centro de distribuição, o que não o impede de tirar o pedido do franqueado e, com isso, ter um giro mais rápido.


Marketplace: confira algumas dicas para começar a aplicar e empreender

Anteriormente, apresentamos alguns números e dados de estudos sobre como o marketplace é uma opção para quem busca implementar em seu negócio digital ou começar a vender no universo on-line.

Em outro recente estudo da Ebit/Nielsen, os marketplaces já respondem por 78% do faturamento do e-commerce brasileiro. E essa informação considera um cenário até mesmo depois da pandemia da Covid-19, apresentando que 94% dos brasileiros pretendem continuar comprando on-line, segundo dados da IBM.

Porém, é importante destacar que se você já possui um marketplace ou quer começar um, há algumas ótimas dicas para se destacar entre produtos e lojas, independente do tamanho do seu negócio ou comércio. Basta ter uma plataforma de marketplace ou mesmo interesse no assunto, pois as oportunidades estão em todo momento passando aos nossos olhos; Confira algumas delas:


1. O produto certo

Busque vender o diferente para se destacar neste mercado. Para isso, é necessário ir atrás de novas tendências e evitar o que todo mundo já está vendendo. Uma dica importante é pesquisar o que é, de fato, novidade. Além disso, ficar atento às mudanças, noticiário dos telejornais para saber o que está em alta;


2. Exercite e aperfeiçoe a sua observação nas redes sociais

Nesta dica estamos complementando a anterior, mas contextualizando para o universo das redes sociais. Pode ser que você já tenha o hábito de acompanhar as atualizações stories, Tik Toks, Reels, entre outras. Ou seja, comece o trabalho de observação no universo das redes sociais através do que os influencers estão “ditando” e o que se pode esperar do futuro em relação ao consumo;


3. Kits promocionais é muito bom

A aplicação desta dica vai desde datas comemorativas até mesmo de datas que simbolizam algo para seu cliente. Estamos falando aqui sobre o processo de fidelização de clientes e também de novos – é claro, de uma forma mais sintética e objetiva. Para isso, faça ofertas, opções de descontos em compras, kits estratégicos, pois tudo isso ajuda a atrair novos clientes e vender mais;


4. A embalagem caprichada é estratégica

Aqueles que já compraram pela internet e receberam o produto em uma embalagem super bem cuidada, sabem muito bem como foi a experiência. Ter uma embalagem caprichada ajuda na experiência de compra e valoriza ainda mais a compra que o seu cliente realizou no on-line. O embrulho pode conter ainda bilhetes, brindes, cheiros e outros detalhes exclusivos. Quem não gostaria de ser surpreendido por um capricho surpresa, não é mesmo?


5. Upsell: desenvolva o relacionamento e incentive seu cliente

Esta é uma estratégia de vendas que, diferente da abordagem do cross-sell, envolve incentivar os clientes a comprar itens, ou mesmo atualizações ou outros complementos mais caros para gerar mais receita. Entretanto, para aplicar esse conceito e ser bem sucedido, é necessário a construção de um bom relacionamento com o seu cliente, conquista de confiança e novamente, se atente à fidelização. Com um bom relacionamento, busque incentivar o seu cliente a comprar complementos ou maiores quantidades. Antes disso, identifique as necessidades desse consumidor para que você possa recomendar os produtos e serviços adequados. Geralmente, o retorno do upsell é alto.

Em conclusão, ter uma estratégia sólida e entender o movimento do setor em que atua é imprescindível para aplicar uma solução que se destaque no mercado e que traga os resultados esperados. Ou seja, o marketplace ganha espaço, em um mundo cada vez mais conectado, isso gera oportunidades para clientes de todo o país.

É preciso compreender também como a transformação digital pode contribuir para todos os envolvidos, no caso, parceiros de negócios, experiência de uso do consumidor e objetivos, de forma positiva para a criação de um marketplace. Além disso, é fundamental que as soluções do marketplace e o novo canal de vendas on-line proporcionem as mesmas experiências de uma loja física para este cliente de luxo, no on-line, mantendo a percepção de exclusividade.

Ao final, o intuito é oferecer a melhor experiência de uso em vendas multicanais, com a implementação de soluções tecnológicas de alto nível e acelerar o processo de transformação digital. Em outro artigo do blog Napp, apresentamos quais as vantagens de oferecer uma experiência de alta qualidade ao consumidor. Leia Aqui.