Como os sistemas de gestão ajudam o e-commerce na adequação da LGPD e na segurança das informações

Napp tem expertise para auxiliar os e-commerces na escolha de um ERP seguro e eficaz


Segurança da Informação é palavra de ordem para todo tipo de negócio. Além do marco civil da internet, Lei do E-Commerce, entre outras legislações vigentes que regem os negócios digitais, hoje está em pleno vigor, a LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados, que objetiva regular as atividades de tratamento dos dados pessoais. Mas você sabe como os E-commerces devem proceder para adequarem-se à LGPD e, assim, prevenirem ataques de hackers e manterem seguras as informações de clientes e da própria loja, além dos dados pessoais dos titulares? Pois bem, este texto vai mostrar como os sistemas de gestão (ERPs) são aliados no empreendedor digital nesta importante área.


Importância de se ter um bom ERP

O ERP (Enterprise Resource Planning) é um sistema de gestão integrada, que armazena dados de uma empresa contratada na nuvem. Trata-se, portanto, de um banco de dados em que todas as informações relativas aos processos gerenciais, produtivos e logísticos são inseridas. Dessa forma, permite às empresas maior controle, decisões mais assertivas, eliminando o desalinhamento dos dados e as possíveis falhas operacionais.

Além disso, através de mecanismos de segurança da informação, como a criptografia, as informações/dados disponibilizados não podem ser acessadas por pessoas externas e/ou não autorizadas. Ou seja, há um controle rígido de acesso ao ambiente de dados, de modo que somente as pessoas portadoras das credenciais podem acessar e fazer alterações nas informações. Associado à criptografia e ao controle de acesso, um sistema ERP também reforça a segurança com o uso de firewalls.

Resumindo, são muitas as vantagens de se ter um bom ERP:

• Ajuda na comunicação interna;

• Agiliza a execução de processos internos;

• Diminui a quantidade de processos internos;

• Evita erros — em cálculos de tributos e pagamentos, por exemplo;

• Ajuda na tomada de decisões;

• Auxilia na elaboração de estratégias operacionais;

• Agiliza a obtenção de dados referentes a determinados cenários;

• Diminui o tempo de entrega do produto ou serviço ao cliente;

• Ajuda a lidar com grandes volumes de informação;

• Evita trabalho duplicado;

• Faz a empresa se adaptar a mudanças de mercado ou legislação.

. Reduz o risco do vazamento de dados e aplicação de penalidades em razão de qualquer violação.




Mas é seguro deixar os dados em um sistema de gestão?

Invasões maliciosas e hackers podem tirar alguns proveitos de acessos prioritários dentro dos departamentos de TI. Acessando dados que não deveriam, iniciando ataques SQL para tirar proveito da vulnerabilidade de links de aplicativos do banco de dados e espalhar o problema para o sistema de gestão e, assim, acessar dados estratégicos e sensíveis.

A única maneira de conseguir proteção é se preocupar e escalar a segurança de dados críticos como primeira preocupação. Mas você sabe quais as principais estratégias para proteger seus dados?


Três principais sugestões de ações de proteção de base de dados

  1. Conhecer a si mesmo.

Muitas empresas não são capazes de proteger dados de missão crítica, porque, simplesmente, não entendem como as partes móveis do seu ambiente de banco de dados funcionam. Para controlar o trabalho, o departamento de tecnologia deve ter o claro entendimento de onde estão as informações mais importantes e como são usadas.


  1. Boa higiene do banco de dados.

Agentes mal-intencionados (hackers) podem se aproveitar quando as empresas não alteram as senhas dos banco de dados, concedem privilégios excessivos para os usuários, deixam dados críticos sem correção ou falham no gerenciamento das configurações de banco de dados. Evitar esses deslizes é fundamental!


  1. Nenhum banco de dados é uma ilha.

E, por fim, o mais importante para assegurar as infraestruturas de bancos de dados é protegê-las tão bem quanto os próprios bancos de dados em si.


Napp oferece soluções seguras e que seguem a LGPD

A Napp Solutions, startup especializada em inteligência de dados – e também na segurança dos mesmos, tem expertise para auxiliar os e-commerces na escolha de um sistema de gestão eficaz. Além de atuar na avalição dos riscos frente à proteção e privacidade de dados, incluindo, mas não se limitando à LGPD, quando se tratar de dados pessoais, a Napp trabalha com o objetivo de garantir a confidencialidade dos seus dados, sejam eles pessoais ou não, afinal, toda informação tem valor.

A Napp investe em segurança física e lógica, seja em sistemas ou nos perímetros internos da empresa. Dispõe de softwares de proteção homologados e ativos em todo ambiente de aplicação, nos quais os backups são realizados frequentemente. Os ERPs integrados pela Napp oferecem rígido controle de acesso aos bancos de dados, com colaboradores treinados e conhecedores do risco dessa atividade. Além disso, o tratamento de dados pessoais só são realizados pela Napp quando amparados pelas bases legais dispostas no Art. 7º da LGPD.

“Temos total consciência da relevância da proteção e privacidade de dados e, por esta razão, a Napp Solutions possui processos, Políticas de Privacidade e Proteção de Dados e de Segurança da Informação devidamente formalizadas. Com esse controle, asseguramos aos nossos clientes os melhores sistemas de gestão, que minimizam os riscos e permitem proteção aos ataques cibernéticos”, explica Gabriella Barbutti, gerente de Segurança da Informação da Napp Solutions.


Além da segurança, privacidade e proteção de dados, a Napp tem a expertise necessária para fazer a integração do ponto de venda com o e-commerce. Acesse este link e saiba como executar todo esse processo.